Projeto AME pela vida

Em um cenário social marcado por rotinas aceleradas, padrões estéticos e exigências distorcidas de sucesso, felicidade e bem-estar, a visão do ser humano dotado de questões emocionais e espirituais acaba sendo por vezes esquecida. O que tem resultado em uma crescente conduta de desvalorização da vida e no crescimento alarmante do número de suicídios em todo o mundo. Dados estatísticos apontam que a cada 45 segundos, uma pessoa tira a própria vida, são 780 mil mortes decorrentes de suicídio por ano, sendo 12 mil ocorridas no Brasil, segundo a Organização Mundial de Saúde.

A principal alternativa terapêutica para frear tal “epidemia silenciosa”, é a prevenção, objetivo da campanha internacional “Setembro Amarelo”, cuja adesão no Brasil envolve vários profissionais de saúde e entidades sociais, com a realização de palestras, caminhadas e iluminação de monumentos com a cor amarela. Embora o principal alvo seja o problema do “suicídio”, há também outros fatores de risco associados como a “dependência química”, o “aborto” e “violência”. Mazelas que acometem a humanidade e necessitam urgentemente serem combatidas e prevenidas.

Neste sentido, a Aliança Municipal Espírita de Divinópolis aderiu a campanha “Setembro Amarelo” e elaborou o projeto “AME pela vida”, o qual propõe que todas as casas espíritas trabalhem em suas palestras públicas durante todo o mês em parceria, abordando temas em prol da prevenção do suicídio e da valorização da vida. Sendo assim, de forma até a utilizarem os mesmos oradores dedicados a cada tema, propiciando um intercâmbio e integração entre os Centros Espíritas, todos unidos pela mesma causa: a vida.

 

X